Arquivo para dezembro, 2008

Baixista.com.br – Entrevista com FZ

Posted in Entrevistas on 24/12/2008 by Fabio Zaganin

Por Jota Oliveira

24 de Dezembro de 2008
Fabio Zaganin
B: Na sua opinião o quê mudou no universo do contrabaixo nos últimos 20 anos?

FZ: Sem dúvidas a tecnologia trouxe mudanças significativas ao instrumento e para a música em geral. Da Internet aos novos equipamentos, temos novidades a cada momento. Como um efeito dominó, a tecnologia atingiu também a maneira de fazer e se pensar em música. Hoje, o baixo e o baixista dispõem de total controle da sua situação, e se colocam definitivamente em qualquer posição, seja acompanhando ou trabalhando como instrumento líder ou solo. Do outro lado da moeda, estas mudanças também se dão no comportamento do instrumentista, que muitas vezes valoriza apenas a tecnologia, esquece de fazer música, da troca cultural e do respeito com outros músicos. Espiritualmente acho que existe um esquecimento ainda maior, com valores ainda não notados, por novos músicos ou indivíduos.

B: Quem ou o quê foi o responsável por essa mudança?

FZ: Acho que como um todo, o mundo procura a evolução. Porém a única que parece existir é a evolução material/tecnológica. Talvez esta seja uma das maiores mudanças que estamos passando nos últimos tempos, acredito que teremos outra(s), com revidicações em outros âmbitos.

B: O músico brasileiro teve sua dose de contribuição?

FZ: Creio que sim, com a Internet encurtando as distâncias, fica cada vez mais claro o que cada povo ou indivíduo está buscando neste momento. Pesquisas mostram o relacionamento e desejo de praticamente toda a sociedade e isso com certeza traz mudanças. O brasileiro tem sua parcela na opinião e hoje é cada vez mais ouvida.

B: Aproveitando, me fale de suas referências musicais, quem mais te motivou na carreira?

FZ: Minha motivação vem principalmente do amor pela música. Para mim se reflete no ato final da composição. Tenho um amor incrível pelo meu instrumento e isso também determina minhas decisões. Musicalmente minhas referências são diversas, de inúmeros estilos e músicos, porém me deixo afetar também por outras áreas, como a arte, pensamentos, espiritualidade e o meio em que vivo.

B: Hoje em dia a concorrência está bem grande, a cada dia que passa, mais e mais baixistas aparecem “comendo” o instrumento. Além de estudar muito existe outra receita para se sobressair no mercado?

FZ: Não tenho receitas, apenas olho para traz e me sinto feliz por todos trabalhos que fiz, isso me mostra seguramente o que tenho de fazer no agora. Sempre faço o que acredito. Estudar, trabalhar, se atualizar e se dedicar são requisitos para qualquer profissão. Não penso em concorrência ou competição, talvez a vontade de se “sobressair no mercado” ofusque o que você realmente é, acredite ou procure.

B: Com toda a correria do dia-a-dia, shows, ensaios, gravações compromissos com patrocinadores… Dá tempo de ter uma rotina de estudos?

FZ: Realmente é difícil, porém procuro fazer a manutenção de estudos e repertórios sempre que possível. Não quero abraçar o mundo, apenas fazer o que sei da melhor maneira.

B: Você trabalha também como side man, o artista “no geral” dá o devido valor ao músico contratado?

FZ: Acho que você é tratado da forma que merece. Já tive o privilégio de trabalhar com inúmeros artistas e músicos e sempre fui tratado com devido respeito e valor. A posição que você se coloca, conta muito para maneira de como você é visto. É importante você saber qual é a sua posição dentro de cada trabalho, qual a sua função e manter clara a sua conduta. Sem rodeios…

B: Para os músicos iniciantes qual seria um bom conselho para ser um bom side man?

FZ: Não me considero um side man 100% ou conhecedor exímio do assunto, porém acho que algumas atitudes servem para todas as situações. Conheça a sua função dentro do trabalho. Seja o que você tem de ser. Ser profissional está na atitude, não no papel. Se dedique ao máximo ao que faz e respeite as pessoas.

B: E a indústria da música dá valor ao músico?

FZ: Se partirmos do ponto que todos tem um lugar ao sol… não! O problema é não poder, ao menos, mostrar no que você acredita. Acho que mesmo assim, sempre tivemos heróis pelo fato de conseguirem este espaço. Hoje acho mais fácil você mostrar ao mundo quem é, e o que pensa. Infelizmente, esta facilidade também nos traz inúmeros indesejáveis.

B: Fale dos seus planos e projetos para 2009.

FZ: Continuo meu trabalho com bluesman André Christovam (www.andréchristovam.com), recentemente tive a honra de ser convidado para fazer parte do trio do guitarrista Faíska (www.faiska.com.br) . No primeiro semestre teremos o lançamento do cd do trio instrumental ZFG MOB (www.myspace.com/zfgmob) , ao lado dos amigos Mario Fabre e Edu Gomes. Leciono em meu programa de aulas personalizadas “Estudos de Contrabaixo”, dou aulas online através do meu site www.fabiozaganin.com e sou instrutor do IB&T e da Oficina de Música de Curitiba (janeiro 2009). Tenho plano para um novo método e início da gravação do meu projeto solo.

B: Agora de bate pronto. Quatro, cinco ou seis cordas?

FZ: Todos… com trastes e sem…..

B: Para finalizar eu digo um nome e você me diz uma palavra: Sizão Machado:

FZ: Groove.

B: Marcus Miller:

FZ: Melodia.

B: Arismar do Espírito Santo:

FZ: Intuição.

B: Alain Caron:

FZ: Disciplina.

B: JacoPastorius:

FZ: Criador.

B: Fabio Zaganin:

FZ: Aprendiz.

B: Um recado final para o baixista.com.br?

FZ: “Informação não é Conhecimento, Conhecimento não é Sabedoria, Sabedoria não é Verdade, Verdade não é Beleza, Beleza não é Amor, Amor não é Música, Música é o Melhor. – Frank Zappa

Fabio Zaganin – Big Papa Records

Posted in Setlists on 06/12/2008 by Fabio Zaganin

Big Papa Records / São Paulo

05 de Dezembro de 2008

Fabio Zaganin: baixo solo

S e t l i s t:

01. Trubufú

02. Continuum

03. Favela

04. Portrait Of Tracy

05. Drama

06. Eleanor Rigby

07. Maria Helena

08. Goodbye Pork Pie Hat

09. Blues Essencial 1

10. Esquizo

11. Chris Blues

12. Exemplares

Blues No País Do Samba – Especial TV Cultura

Posted in Programas de TV on 01/12/2008 by Fabio Zaganin
A TV Cultura registrou os shows do evento Música Do Brasil – O Blues No País Do Samba, realizado nos dias 20 e 21 de outubro de 2007 no Sesc Pinheiros em São Paulo.

Os shows tiveram a participação de alguns dos principais expoentes do estilo no Brasil e convidados especiais: André Christovam, Fabio Zaganin, Mario Fabre e Adriano Grineberg (SP), Amleto Barboni e Ivan Marcio (SP). Alvaro Assmar (Bahia), Solon Fishbone (Rio Grande do Sul), Celso Salim (Brasilia), Flavio Guimarães e Greg Wilson – Blues Etilícos (Rio de Janeiro), Bauxita (Minas Gerais), Carlos Gaertner (Paraná).

Participações especiais de Heraldo Do Monte (Recife), Theo Werneck e Elaine Pereira (São Paulo).

O especial irá ao ar nos dias 30 e 31 dezembro de 2008 e 01 e 02 de janeiro de 2009 às 22h na TV Cultura.